Notícias

DESIGNERS MODALISBOA NAS SEMANAS DE MODA DE MILÃO E PARIS

Arquivo de Moda

Arquivo de Moda

Com o retorno da Balenciaga ao seleto grupo de “Haute Couture”, expressão que só pode ser usada pelas grifes autorizadas pela federação oficial da alta-costura de Paris, parece que as marcas querem rejuvenescer e ouvir o que as ruas pedem.Claro que os looks de tapetes vermelhos, feitos de forma exclusiva e com técnicas refinadas de costura e de bordados à mão, continuam lá. E não poderia ser diferente, porque é um dos requisitos necessários para que a marca possa desfilar na semana dedicada à alta-costura.

Mas t-shirts, jaquetas, jeans e até blusas de tricô, terninhos (masculinos, femininos e sem gênero) passearam pelas passarelas da alta-costura, nessa mudança tão necessária nos parâmetros da moda que os tempos atuais pedem. Peças essas também construídas com todas as técnicas de “couture”.

Foto: Reprodução/Instagram / Elas no Tapete Vermelho

E por que a volta de Balenciaga à alta-costura é realmente um divisor de águas na alta-costura? Porque o estilista Demma Gvasalia tem traçado os rumos da moda, traduzindo as aspirações das ruas, desde que lançou em 2014 a Vetements, com suas peças amplas e confortáveis, que se mantêm até hoje. Em 2015, assumiu a direção criativa da Balenciaga e, após 53 anos de ausência, foi o responsável pelo retorno da marca francesa à alta-costura.

Foto: Reprodução/Instagram / Elas no Tapete Vermelho

No final dos anos 1960, Cristóbal Balenciaga fechou seu ateliê na rua George V, pois não se adaptou às demandas do prêt-à-porter. Em meados dos anos 1980, a marca foi reaberta, mas a volta à “haute couture” aconteceu só nesta quarta-feira (7) no mesmo espaço fechado há cinco décadas. E ao contrário de seu fundador, Demma sabe como ninguém interpretar os novos tempos, sem perder a essência do criador espanhol: looks arquitetônicos, feitos com a maestria de um verdadeiro “couturier”.

Outras grifes também mostraram peças modernas, cheias de atitude e com apelo streetwear. Confira algumas delas

Demma Gvasalia, 40 anos, é o responsável por empregar perfume jovem e atual aos looks de alta-costura da Balenciaga. Mas os internautas não se conformam e muitos indagam se realmente tais peças podem ser consideradas alta-costura. O tempo dirá. Só lembrando que em 2014, Karl Lagerfeld colocou tênis e pochete no desfile. Hoje, todo mundo usa até em eventos de tapete vermelho, como no último Oscar.

Continue a ler em: Terra.com.br

Milan Fashion Week e Moda Lisboa

Começa hoje a Milan Fashion Week, a mais importante cidade da moda. E em 15 dias começa a Moda Lisboa. Navas Joalheiros estará atenta às duas! E vocês?

Milan Fashion Week e Moda Lisboa

Queremos contar-vos algumas notícias relacionadas com moda. Para os mais distraídos, recordamos que estamos em plena época alta para os “fashion lovers”, já que por todas as grandes cidades da Europa estão a decorrer as semanas da moda, um evento dedicado à apresentação das novas tendências de moda, por parte de grandes designers conhecidos internacionalmente ou novos designers que estão em ascensão.

No que diz respeito a moda, Milão destaca-se como a principal capital internacional, separando-se das restantes pelo facto de que reúne os melhores e mais reputados designers e marcas de alta categoria.

fashion week

Fonte: www.runwaylive.com

Milan Fashion Week, como é conhecida por todo o mundo, vem em seguimento da London Fashion Week. Começou hoje, dia 22 de Fevereiro, mas durará até à próxima terça-feira dia 28 de Fevereiro. O último dia coincide com o primeiro dia da Semana da Moda de Paris. Já pode apontar no seu calendário todas estas datas para não perder nenhuma das novidades desta temporada!

Não há nenhuma dúvida que em Milão estarão presentes os mais influentes do mundo da moda. Poderemos esperar ver, por exemplo, Prada, Versace, Gucci, Giorgio Armani, ou Max Mara, nomes que não são desconhecidos para ao ouvido de ninguém. E para os amantes de moda imaginar os desfiles destas marcas é como sonhar acordado.

As novas tecnologias estão cada vez mais inseridos em todo o tipo de eventos, sendo que para acompanhar alguns desfiles terá a opção de fazê-lo confortavelmente desde a sua casa no seu computador pessoal, utilizando a opção de live streaming que se encontra disponível na página web da Fashion Week Online.

fashion week

Sabemos que esta temporada de desfiles de moda irá definir o estilo que todos quereremos utilizar dentro de alguns meses, tanto em vestuário como em complementos e acessórios de moda. Em Navas Joalheiros estamos sempre atentos às novas tendências para desenhar as nossas coleções de joalharia. As nossas fábricas também se encontram no Norte de Itália, em Valenza, que é o berço da alta joalharia e juntas as fábricas das mais reconhecidas marcas de joalharia a nível internacional.

A próxima edição da Moda Lisboa está a aproximar-se e já começa a contagem decrescente para o lançamento das coleções Outono/Inverno de 17/18 . Faltam exactamente 15 dias para o começo deste evento de moda que começa dia 9 de Março e terá lugar no Centro Cultural de Belém.

O título desta edição é Boundless e serão apresentadas 24 coleções. Estarão presentes vários designers de moda portugueses de alto nível como são Nuno Gama, Filipe Faísca ou Chistophe Sauvat, assim como designers denominados “Sangue Novo” devido ao facto de que estão a estrear-se na Lisbon Fashion Week e estão a crescer neste meio.

fashion week

Fonte: www.modalisboa.pt

Boundless, que é uma expressão inglesa que traduzida a português significa “sem limites”, pretende simbolizar o espírito inovado desta Moda Lisboa, que mais do que apresentar as coleções de famosos designers, pretende lançar os novos talentos do sector e dar oportunidade a vários estilos e culturas. Por exemplo, estará presente a Nadir Tati, que é a mais reconhecida criadora de moda angolana.

A semana passada apresentamos o nosso novo projecto de NAVAS ICONS, com o qual iremos criar novas coleções desenhadas por reconhecidas bloggers e influencers portuguesas, para potenciar cada vez mais o mundo online.

Hoje queremos aproveitar que estamos a falar-vos sobre o mundo dos fashion designers para desvendar outra novidade… Em breve iremos contar-vos marcas e designers com as quais iremos colaborar, já que também irão desenhar coleções exclusivas e únicas de joias.

Como podem ver Navas Joalheiros está sempre a surpreender! Não perca nenhuma notícia nossa seguindo a nossa página de facebook . E para ver o nosso catálogo completo de alta joalharia ao melhor preço do mercado visite a nossa ourivesaria online.

Designers portugueses apresentam

Depois de Milão, a moda portuguesa volta a rumar ao estrangeiro, desta vez à Semana da Moda de Paris. Esta sexta-feira, 1 de Outubro, na Galerie Joseph, Mari

Designers portugueses apresentam

Depois de Milão, a moda portuguesa volta a rumar ao estrangeiro, desta vez à Semana da Moda de Paris. Esta sexta-feira, 1 de Outubro, na Galerie Joseph, Maria Carlos Baptista, Constança Entrudo e Ricardo Andrez apresentam as colecções da próxima Primavera/Verão. A presença internacional dos criadores nacionais é fruto da parceira entre o Portugal Fashion e a ModaLisboa, e quer mostrar uma moda portuguesa mais unida além-fronteiras.

Entre as 15h30 e as 17h30 desta sexta-feira, a moda nacional está representada numa das semanas de moda mais importantes. Os três criadores portugueses vão apresentar as suas propostas para a próxima estação quente em happenings individuais, num evento integrado no calendário de apresentações da Semana da Moda de Paris. Maria Carlos Baptista, designer do Portugal Fashion (PF), apresenta pela segunda vez na capital francesa e continua a mostrar como o vestuário masculino pode ser fundido com o feminino.

A colecção Mátria, explica a jovem criadora, em comunicado, “marca o início de uma nova era, onde a Mulher se estabelece como a força principal, e utiliza os despojos do velho mundo para se expressar”. O trabalho da designer, que venceu, em 2020, o concurso Bloom do Portugal Fashion, dedicado a jovens talentos pauta-se por uma mistura artística de “formas, texturas e cores”, com uma paleta de cores escura. Maria Carlos Baptista distingue-se também por dar nova a vida a peças danificadas e perdidas, de forma a combater o desperdício numa das indústrias mais poluentes do planeta.

Já Constança Entrudo, designer da ModaLisboa, como já vem sendo hábito, aposta numa instalação multimédia, numa simbiose com as artes plásticas. A criadora é conhecida por explorar a ligação da moda ao som, à escultura e à poesia, mas não só — na última estação, prestou uma homenagem ao bordado da Madeira e aos seus artesãos.

Ricardo Andrez fará uma apresentação com uma forte componente tecnológica, inspirado pelo design de videojogos e modelagem 3D. O criador aposta em materiais de origem sustentável, com os acabamentos em cru, para traduzir “a hiper-realidade em que vivemos”, sublinham, em comunicado. As colecções dos três criadores serão apresentadas também em Portugal, nas próximas edições da ModaLisboa e do Portugal Fashion.

A presença dos criadores nacionais nas semanas da moda internacionais é fruto do acordo de cooperação, assinado em Setembro de 2018, entre o Portugal Fashion e a ModaLisboa. As responsáveis dos dois eventos destacavam, ao PÚBLICO, há alguns dias, a importância de mostrar uma moda portuguesa mais unida no estrangeiro. “Há uma fusão de esforços para que, duas plataformas históricas e essenciais na promoção da moda em Portugal actuem de uma forma mais concertada e mais estratégica”, explicava a directora do PF, Mónica Neto. “Portugal é tão pequeno, em conjuntos vamos sempre mais longe”, salientava, por sua vez, Eduarda Abbondanza, presidente da associação de moda da capital.

ModaLisboa. 51.ª edição inaugura novo ciclo da moda em Portugal

A ‘nova’ semana da moda começa com a 51.ª edição da ModaLisboa, de quinta-feira a domingo, e prossegue com o Portugal Fashion, de 18 a 20 de outubro

ModaLisboa. 51.ª edição inaugura novo ciclo da moda em Portugal

A 51.ª edição da ModaLisboa, que arranca esta quinta-feira, marca o início de um novo ciclo na moda em Portugal, com as associações de Lisboa e do Porto a colaborarem, no âmbito de um protocolo assinado recentemente.

No dia 11 de setembro, a Associação ModaLisboa, que organiza a ModaLisboa, e a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), responsável pelo Portugal Fashion, assinaram um protocolo de colaboração que prevê uma nova semana da moda portuguesa. A versão ‘beta’ desta semana de moda, uma espécie de estágio, começa com a 51.ª edição da ModaLisboa, entre quinta-feira e domingo, e prossegue com a 43.ª do Portugal Fashion, de 18 a 20 de outubro.

“É um novo ciclo que se vai iniciar”, afirmou a diretora da ModaLisboa, Eduarda Abbondanza, em declarações à Lusa.

No âmbito desta nova semana da moda, Alexandra Moura volta a apresentar coleções em Lisboa, e o Portugal Fashion deixa de ter um dia de desfiles na capital. Além disso, a Associação ModaLisboa, vai “enviar três designers do LAB para uma área que eles têm no Portugal Fashion, que é a ‘Brand-Up’, para questões de ‘networking’ com a indústria”.

Subscreva a nossa newsletter e tenha as notícias no seu e-mail todos os dias

Apesar de o novo ciclo se iniciar agora, o protocolo “já teve reflexos” em setembro, com Ricardo Andrez e Gonçalo Peixoto, ‘designers’ de moda que habitualmente apresentam coleções na ModaLisboa, a participarem em ‘showrooms’, respetivamente, em Paris e em Milão.

“São criadores nossos e como não temos ainda acesso aos fundos comunitários, não conseguíamos integrá-los . Nós temos ‘designers’ que estão prontos para a parte internacional e o Portugal Fashion tem os programas, portanto estamos a iniciar esse intercâmbio já”, referiu Eduarda Abbondanza.

Mas a 51.ª edição da ModaLisboa traz mais novidades.

O concurso Sangue Novo, destinado a finalistas de cursos superiores de Design de Moda de escolas nacionais e internacionais e jovens ‘designers’ em início de carreira, passa a ser anual, embora continue a haver duas edições por ano.

“Fazendo reuniões com as escolas era muito puxado fazer uma edição de Sangue Novo de seis em seis meses, isto porque as escolas têm as apresentações ao final do ano letivo. Então, na edição de março, que calha a meio do ano, os alunos que concorriam, concorriam sozinhos, sem o apoio da escola, o que baixava um bocadinho a competência dos concorrentes”, justificou.

Nesta edição, irá decorrer a primeira eliminatória. “Os cinco escolhidos nesta eliminatória irão receber um prémio monetário, que lhes permite fazer a coleção para março, e o júri fará um acompanhamento maior deste grupo”, explicou.

Ao Sangue Novo concorrem: Archie Dickens, Carolina Raquel, Federico Protto, For all Kind by Saskia Lenaerts, Opiar, Pu Tianqu, Rita Carvalho, The Co. Re, Víctor Huarte, Vítor Antunes.

As propostas dos concorrentes são apresentadas na sexta-feira num desfile coletivo, no Pavilhão Carlos Lopes.

Outra das novidades desta edição é a inclusão de ‘designers’ de moda numa plataforma, “que era só para fotógrafos, e que na última edição foi estendida a ilustradores de moda”, a ‘Workstation’.

Serão cinco os jovens designers a integrá-la, “que saíram do Sangue Novo ou estudaram noutras escolas, que ainda não estão preparados para serem LAB, mas precisam de praticar”: António Castro, Cristina Real, Filipe Augusto, João Oliveira e Tiago Loureiro.

A apresentação das propostas destes jovens está marcada para quinta-feira, na Estufa Fria, antecedendo as habituais ‘Fast Talks’, debates que nesta edição decorrem sob o tema “Street X Fashion”, “refletindo sobre a influência do ‘streetwear’ no design de moda”.

Tanto a ‘Workstation’ como as ‘Fast Talks’ são de entrada livre. Assim como o ‘WonderRoom’, uma ‘pop-up store’ (loja temporária), no qual participam 24 marcas e ‘designers’ nacionais, incluindo os cinco participantes da ‘Workstation’, em áreas como artesanato, têxtil, joalharia, vestuário, acessórios e ‘lifestyle’, que irá funcionar entre sexta-feira e domingo junto ao Pavilhão Carlos Lopes.

Também abertos ao público serão os desfiles do coletivo Awaytomars, no sábado, e da Imauve e de Duarte, no domingo. Estes desfiles irão decorrer no Lago do Botequim do Rei, nas imediações do Pavilhão Carlos Lopes.

Nesta edição, a ModaLisboa volta a dividir-se entre espaços situados no Parque Eduardo VII, com uma exceção: o desfile de Nuno Gama, no sábado, irá acontecer no Museu Nacional de Arte Antiga.

Nesta edição, além dos concorrentes do Sangue Novo, dos participantes do Workstation, de Alexandra Moura, Awaytomars, Imauve e Duarte, apresentam na ModaLisboa as coleções para a primavera do próximo ano: David Ferreira, Valentim Quaresma, Ricardo Preto (sexta-feira), Constança Entrudo, Cia. Marítima, Patrick de Pádua, Aleksandar Protic, Ricardo Andrez, Luís Carvalho (sábado), Carolina Machado, Andrew Coimbra, Olga Noronha, Filipe Faísca, Gonçalo Peixoto, Kolovrat e Dino Alves (domingo).

Entretanto, entre sexta-feira e domingo, haverá “instalações e mesas redondas, em paralelo com momentos de ‘networking’ que visam a disseminação nacional e internacional das últimas tendências do mercado de moda”, no âmbito do ‘Check Point’, “um novo espaço de diálogo, desenhado para criativos, empreendedores e todo o público profissional da Lisboa Fashion Week”, cuja maioria das atividades exige inscrição prévia.

O protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Associação ModaLisboa, aprovado em janeiro de 2016, que prevê a realização de seis edições e que a associação promova “ações que garantam o acesso dos vários públicos a este evento e a outras iniciativas da ModaLisboa”, termina nesta edição.

O acordo prevê a cedência de espaços e contribuição, nesta edição, de uma verba de 350 mil euros.

Referência:
dgltextil.pt
blog.navasjoalheiros.com
theworldnews.net
www.dinheirovivo.pt

Botão Voltar ao Topo