Notícias

A importância das mulheres no negócio imobiliário

Mulheres têm mais influência e poder de decisão na compra de imóveis, segundo pesquisa

Passou do tempo em que as mulheres assumiam o papel apenas de decoradoras ou coadjuvantes na compra de um novo lar. Hoje, elas têm o poder de decisão bem estabelecido e detêm a palavra final ao negociar a casa ou apartamento próprio. É o que mostra a pesquisa A busca pelo imóvel – uma questão de gênero, feita pela empresa Behup a pedido do grupo Mulheres do Imobiliário.

O estudo, realizado em março de 2020, ouviu a opinião de 1.835 pessoas, sendo 50% homens e 50% mulheres, nas capi

Mulheres têm mais influência e poder de decisão na compra de imóveis, segundo pesquisa

Passou do tempo em que as mulheres assumiam o papel apenas de decoradoras ou coadjuvantes na compra de um novo lar. Hoje, elas têm o poder de decisão bem estabelecido e detêm a palavra final ao negociar a casa ou apartamento próprio. É o que mostra a pesquisa A busca pelo imóvel – uma questão de gênero, feita pela empresa Behup a pedido do grupo Mulheres do Imobiliário.

O estudo, realizado em março de 2020, ouviu a opinião de 1.835 pessoas, sendo 50% homens e 50% mulheres, nas capitais São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre.

O que dizem os números

A pesquisa destacou que 21,1% das mulheres relataram que decidiram sobre seus imóveis sem a opinião do cônjuge, ou seja, sozinhas. Em contrapartida, apenas 12,4% dos homens disseram que tiveram o mesmo comportamento. 

Portanto, conforme os números, os homens dependem mais de suas companheiras para ajudarem na busca e na decisão sobre o imóvel a ser comprado. 

No quesito pagamento, os homens ainda possuem o maior poder econômico. Mesmo assim, as mulheres também estão conseguindo adquirir um imóvel com as próprias economias – foi o que revelaram 35,3% das entrevistadas.

O que as mulheres valorizam mais 

Em relação à localização do imóvel, também há diferença entre as prioridades para homens e mulheres. Enquanto o público masculino considera bem localizados imóveis próximos às estações de trem e metrô, elas valorizam mais a facilidade de movimentação como pedestres e a presença de áreas verdes no entorno das suas futuras casas ou apartamentos.

Elas preferem a negociação com imobiliárias

Outro dado que chama a atenção é que as mulheres são bastante conscientes da importância de negociar com uma imobiliária: 54,9% das entrevistadas buscam o apoio destas empresas e corretores antes de fechar negócio. 

O dado demonstra a necessidade de o mercado imobiliário fazer campanhas cada vez mais voltadas ao público feminino, valorizando a mulher como influenciadora e compradora de imóveis. 

Além de darem a palavra final na hora da compra, elas são conscientes e valorizam o papel das imobiliárias diante de uma negociação tão importante para as suas vidas. 

Confie na Duo Imóveis

Este e outros estudos só demonstram que as mulheres estão cada vez mais inseridas em todos os setores da sociedade. Elas estão prontas e preparadas para fechar negócio no mercado imobiliário. E não se engane: elas também estão cada vez mais exigentes e empoderadas nas suas decisões. 

Nós, da Duo Imóveis, sabemos bem disso. Por isso, nossa equipe está à disposição para oferecer o que há de melhor em casas e apartamentos. Entre em contato conosco e conheça nossos imóveis. 

Empreendedorismo Feminino: Importância e desafios

Conheça a importância do empreendedorismo feminino, os principais desafios que as mulheres enfrentam hoje e conheça as empreendedoras que inspiram

Empreendedorismo Feminino: Importância e desafios

A Contabilizei é o maior escritório de contabilidade do Brasil, que oferece mais praticidade, transparência e economia para empreendedores. Unimos a paixão dos nossos contadores com a tecnologia para democratizar o serviço de contabilidade online para micro e pequenas empresas.

Contabilizei Escritório de Contabilidade

SÃO PAULO:

CURITIBA:

– Conselho Regional de Contabilidade: PR-010346/O-2

– Responsável Técnico: PR 045113/O-7

Como ter um mercado mais inclusivo para as mulheres?

Quando se pesquisa o termo “mulher e carreira” no Google, dos 12 resultados iniciais que aparecem na primeira página, 8 trazem o escopo dos desafios e conflitos que a mulher enfrenta na carreira.

Como ter um mercado mais inclusivo para as mulheres?

Quando se pesquisa o termo “mulher e carreira” no Google, dos 12 resultados iniciais que aparecem na primeira página, 8 trazem o escopo dos desafios e conflitos que a mulher enfrenta na carreira.

De fato, são inúmeros os desafios que a comunidade feminina enfrenta para prosperar nos negócios, e apesar de ano passado a Fortune 500 anunciar número recorde de mulheres em cargos de liderança, o percentual ainda é de 7,8%, ou seja, apenas 38 das 500 empresas da lista possuem mulheres nos mais altos cargos da liderança.

No mercado imobiliário, os dados mostram o mesmo cenário do crescimento da participação das mulheres, porém a representatividade feminina ainda é minoria.

Apesar do crescimento de 144% da atuação de mulheres como corretoras de imóveis na última década, a mulher representa em torno de 30% do total, segundo dados de 2020 do Conselho Regional de Fiscalização do Profissional Corretor de Imóveis.

Se levarmos em consideração outras profissões dentro do mercado imobiliário, a equidade feminina tende a ser ainda menor.

Diante deste cenário, como podemos colaborar para ter um mercado imobiliário mais inclusivo para as mulheres?

Juntas somos mais fortes – O Movimento Mulheres do Imobiliário fundado pela Elisa Tawil tem como objetivo reforçar o papel e a importâncias das mulheres no

A iniciativa de mapear o papel da mulher no mercado é muito significativa e traz dados relevantes, como a pesquisa que está prestes a ser lançada sobre “O lado feminino no mercado imobiliário” que retrata a situação feminina no setor como carreira e maternidade, assédio sexual e moral, além das inseguranças enfrentadas pelas mulheres no dia a dia de trabalho.

A comunidade do Mulheres do Imobiliário no Telegram conta com quase 700 mulheres e a troca de experiências e networking já tem contribuído com muitas iniciativas práticas para levar a mudança no mercado.

Para fazer parte da comunidade é só acessar www.mulheresdoimobiliario.com.br

Escuta Ativa – Em uma semana que será pautada com conteúdos voltados para o dia da mulher, a escuta ativa pode ser uma ótima forma de melhorar o seu entendimento sobre a importância do papel da mulher no mercado imobiliário.

A escuta ativa é uma técnica em que o ouvinte se permite absorver as informações expressas pelo interlocutor, garantindo uma interpretação mais profunda sobre o tema, desenvolvendo mais empatia e garantindo um diálogo linear e eficiente.

Experimente!

Seja a mudança

Muito se fala do que precisa ser feito para mudarmos o cenário do mundo dos negócios em relação a mulher, mas ainda são poucos os exemplos práticos por meio de ações concretas.

Nós somos a mudança! Sim, eu e você.

Homens e mulheres.

Somando forças para juntos construirmos um mercado imobiliário mais diverso e inclusivo.

Vamos juntos?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário

Nome *

E-mail *

Salvar meus dados neste navegador para a próxima vez que eu comentar.

Persona para imobiliárias: o que é e por que criar

Entenda nesse guia o que é, e por que criar a persona para o público da sua imobiliária, e tenha ainda mais sucesso no marketing digital.

Persona para imobiliárias: o que é e por que criar

Sua imobiliária já criou a persona do seu cliente? Caso a resposta seja não, saiba que seu negócio pode estar perdendo tempo e dinheiro focando suas estratégias de marketing para o público errado.

Mas pode ficar tranquilo(a), neste artigo vamos te explicar tudo que precisa saber para entender o que é esse conceito. Neste guia você irá aprender:

– O que é uma persona?

– Qual a diferença entre público-alvo e persona?

– Por que você deve criar uma persona para sua imobiliária?

O que é persona?

A Persona, como o nome indica, é um tipo de personificação do seu cliente ideal. Ou seja, uma representação fictícia, baseada em informações verdadeiras que visa representar as características gerais de quem o seu produto atinge, ou deve atingir.

Isso inclui dados como características demográficas, comportamentos, dores, desejos, interesses, objetivos de vida e muito mais. 

Para adquirir essas respostas, a imobiliária pode usar da sua base de clientes atuais, e usar de pesquisas, entrevistas e conversas para traçar as características comuns entre os seus melhores clientes.

Neste ponto, é importante conversar tanto com os clientes satisfeitos, quanto os insatisfeitos. A missão aqui é o aprendizado, e por isso, nenhuma visão pode ficar de fora.

No fim do processo, quando todos os dados estiverem documentados e centralizados, a empresa poderá então estabelecer as Personas do seu público, e adaptar suas estratégias de acordo.

Qual a diferença entre público-alvo e persona?

Um erro muito comum é achar que a persona é o mesmo conceito do seu público-alvo. 

De forma resumida, o público-alvo pretende entender para qual parcela da sociedade o seu produto (no caso imóveis) é mais indicado. 

Como já explicamos acima, a Persona busca entender qual é o seu cliente ideal, trazendo informações mais específicas e humanizadas.

Quer um exemplo?

   – Persona: João Victor tem 35 anos, é formado em administração e possui sua própria empresa. João é casado e tem um filho pequeno. Por isso, tem como grande missão a independência financeira, permitindo delegar suas funções para passar mais tempo com a família. João Victor não quer mais gastar com aluguel, e procura uma casa própria.

  – Público-alvo: Homens e mulheres, de 30 a 45 anos, casados e com filhos, empreendedores, que buscam comprar imóveis e possuam uma renda superior a R$7.000.

Enquanto pode parecer bobagem focar em informações tão específicas, estabelecer uma persona faz toda a diferença em uma estratégia de marketing digital.

Por isso, é importante que a sua imobiliária foque nos conceitos, para garantir que está cobrindo o máximo de possibilidades possíveis.

Por que as personas são importantes para imobiliárias?

Os principais negócios do setor já entenderam a importância de investir no Marketing Imobiliário. E para isso, também é imprescindível a criação de estratégias de marketing digital, sempre pensando em usar de todas as ferramentas possíveis para conseguir mais clientes.

E é aí que entram as Personas! Será por meio dessas informações que você poderá garantir que sua mensagem (e seus produtos) cheguem nas pessoas certas. 

Seja pela criação de conteúdo nas redes sociais ou blogs, esses dados te darão uma visão melhor das necessidades do cliente.

Do contrário, você poderá acabar perdendo recursos e tempo falando com quem não irá fazer negócio.

Dito isso, listamos a seguir algumas das principais vantagens na criação das personas para o seu negócio imobiliário:

 – Ajuda a definir o tom de voz do conteúdo:

 – Determina quais temas e tipos de conteúdo você deve abordar;

 – Direcionar melhor suas estratégias de marketing;

 – Ajuda a entender quais são os melhores canais para investir. 

Criar a persona do seu cliente é muito importante para ter sucesso nas estratégias de marketing, como vimos neste artigo. 

Em um cenário cada vez mais competitivo, é importante que o seu negócio imobiliário busque todas as formas possíveis para ter sucesso, e o marketing digital é um ótimo caminho.

Caso queira também saber como efetivamente criar a sua persona, a Rock Content, pioneira no assunto de marketing digital criou um guia completo com o passo a passo.

Quer saber mais sobre como sua imobiliária pode usar a tecnologia ao seu favor? 

Leia também o nosso artigo abordando as imobiliárias digitais, e entenda de uma vez por todas como seu negócio pode se digitalizar e sair na frente da competição.

Estas 4 razões mostram por que falar sobre empreendedorismo feminino

Existe alguma diferença entre mulheres e homens empreendendo? O que de fato é o empreendedorismo feminino? Especialista responde

Estas 4 razões mostram por que falar sobre empreendedorismo feminino

Empreendedorismo feminino: por que é tão importante falar sobre isso? (Richard Drury/Getty Images)

Por Marina Gurgel*

Por que falar de empreendedorismo feminino? Por que não falamos só de empreendedorismo? Existe alguma diferença entre mulheres e homens empreendendo? Se existem, quais são as principais diferenças?  Estas são perguntas que recebemos com frequência e sobre as quais nos debruçamos desde a fundação da Rede Mulher Empreendedora, há 11 anos, e de forma mais sistemática há cinco anos quando começamos uma pesquisa anual sobre o empreendedorismo feminino.

O amanhã está sendo escrito hoje. Você está preparado para escrever o seu? Conheça o curso de inovação da EXAME Academy

Neste percurso, vimos diferenças entre homens e mulheres empreendedores nos fatores que afetam de forma profunda a estratégia e desenvolvimento dos negócios, como: as razões que os levaram a abrir um negócio, o perfil do negócio, a relação deste com a vida familiar. Abaixo listei quatro delas que acho que são as mais relevantes para entendermos a importância de falarmos de um empreendedorismo feminino.

Várias das diferenças citadas acima estão profundamente ligadas a obstáculos que as mulheres encontram na sociedade como a discriminação no mercado de trabalho, dupla jornada e síndrome da impostora. Afinal,  o empreender está profundamente ligado às nossas vivências.

Mas falar de empreendedorismo feminino também é falar de mulheres se apoiando, inovando, transformando a sua realidade e a de seu entorno. É por tudo isso que falamos de empreendedorismo feminino.

*Marina Gurgel é Cientista Social e Gerente do Instituto Rede Mulher Empreendedora

Fique por dentro das principais tendências do empreendedorismo brasileiro. Assine a EXAME. 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Já é assinante? Entre aqui.

Referência:
duoimoveis.imb.br
www.contabilizei.com.br
conteudoimob.com.br
refera.com.br
exame.com

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo