Notícias

OE 2022: saúde recebe mais 703 M€, transportes e cultura com mais investimento

OE 2022: saúde recebe mais 703 M€, transportes e cultura com mais investimento

Governo foa na recuperação da atividade na saúde depois de dois anos de pandemia.

OE 2022: saúde recebe mais 703 M€, transportes e cultura com mais investimento

O setor da saúde recebe mais 703 milhões de euros do que em 2021. Umas das prioridades é a contração de mais profissionais. Nos transportes, o maior investimento vai para a ferrovia e para a expansão da rede do metro e a Cultura tem mais 70,1 M€ em relação ao Orçamento de 2021

O orçamento para a saúde cresce 6,7%, são mais 703 milhões de euros do que em 2021.

O foco é a recuperação da atividade na saúde depois de 2 anos de pandemia, com o investimento a ser repartido sobretudo entre a despesa de pessoal e a aquisição de bens e serviços tais como medicação, meios de diagnóstico e terapêutica e também as parcerias público-privadas.

Mais de 97% do orçamento com pessoal é canalizado para o Serviço Nacional de Saúde. O governo quer fortalecer o SNS com mais profissionais mas também ao dar mais autonomia aos hospitais para contratar.

Nas urgências, a proposta é de recorrer menos a contratações externas, já que segundo o Jornal de Notícias, em 2020 os gastos com médicos tarefeiros chegaram aos 130 milhões de euros

O que se pretende agora é que os médicos especialistas recebam mais sempre que tenham de ultrapassar as 250 horas anuais de trabalho suplementar para garantir o normal funcionamento do serviço de urgência.

Para dar resposta à falta de médicos de família, e num contexto excepcional de pandemia, o Governo propõe condições especiais para médicos em idade de reforma e a contratação temporária de médicos estrangeiros. Também avança o programa de exclusividade dos médicos.

Nos transportes, a ferrovia vai receber 469 milhões de euros.

A proposta do Governo passa também pela aposta na expansão da rede do metro nos próximos anos.

Para 2022 estão destinados 408 milhões de euros. Os passes sociais recebem um financiamento de 138,6 milhões de euros, menos 60 milhões do que este ano.

No setor da cultura, o programa orçamental prevê uma despesa total consolidada de 644 milhões de euros, que se fixa em 390 milhões, se for excluída a dotação da RTP.

São mais 70 milhões de euros face a este ano, mas continua a ter um peso residual no orçamento do Estado.

Em 2022, está ainda prevista a transferência de 10 milhões de euros para a administração local ou para associações com o objetivo de assegurar o bem-estar dos animais.

Referência

OE 2022: saúde recebe mais 703 M€, transportes e cultura com mais investimento
sicnoticias.pt

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo