Notícias

Bombeiros profissionais desagradados marcam greve para 11 e 12 novembro

Bombeiros profissionais desagradados marcam greve para 11 e 12 novembro

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro, para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que “se esqueceu completamente” da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato que representam o setor.

Bombeiros profissionais desagradados marcam greve para 11 e 12 novembro

© Global Imagens

14/10/21 18:08 ‧ Há 23 mins porLusa

PaísOE2022

“Mais uma vez o Orçamento do Estado esqueceu-se por completo dos bombeiros e da proteção civil, não vemos qualquer tipo de financiamento que resolva as questões que reivindicamos”, disse à agência Lusa o presidente do Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais, Sérgio Carvalho.

A greve nos dias 11 e 12 de novembro foi decidida no conselho geral alargado da Associação Nacional dos Bombeiros e Profissionais e Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais (ANBP/SNBP) realizado hoje e onde foi manifestada a insatisfação da classe com a proposta do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), entregue na segunda-feira no parlamento.

Sérgio Carvalho precisou que a proposta de OE2022 “não responde a qualquer das reivindicações” dos bombeiros profissionais, sejam os sapadores, que pertencem às autarquias, forças de proteção civil que são do Estado e os operadores que trabalham nas centrais de emergência.

Entre as reivindicações estão aumentos salariais, subsídio de risco igual ao das forças de segurança, num valor de 100 euros mensais, regulamentação de todo o setor dos bombeiros e proteção civil, revisão da tabela salarial dos bombeiros sapadores, tendo em conta que tal não acontece desde 2009, e 35 horas de trabalho, segundo a ANBP/SNBP.

Os bombeiros profissionais exigem também o direito à pré-reforma equiparada às forças de segurança, integração imediata da Força Especial de Proteção Civil nos quadros da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e enquadramento dos operadores das centrais da gestão de emergência dos comandos distritais e nacional de operações e socorro.

“Todo o setor neste OE é esquecido, excetuando uma pequena transferência de verbas para as corporações de bombeiros, mas que aos bombeiros não diz nada nem resolve qualquer problema no setor”, disse ainda Sérgio Carvalho.

Leia Também: Liga dos Bombeiros reclama 32,5 milhões para financiar corporações

Estados Unidos, here we go!

Nova Iorque desde 365€ ida e volta. Reserve já!

Frutas e legumes. Continente é o único no mundo com esta certificação

Seja sempre o primeiro a saber.Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.Descarregue a nossa App gratuita.

Regras de conduta dos comentários

Acidente na A1 faz três feridos. Trânsito cortado em Póvoa de Santa Iria

Diferenças de temperatura “impressionantes”. Mínimas já fazem das suas

Caso Meco. Ex-dux da Lusófona absolvido de indemnização

“Não faço planos. Aprendi a não fazer e a viver um dia de cada vez”

Touradas só para maiores de 16 anos. Governo impõe idade mínima

Ensino Superior: 9 cursos onde o último a entrar tem mais de 19 valores

Médicos avançam com greve geral de três dias em novembro

Um morto e dois feridos em colisão na A4 na zona de Alijó

Suspenso segurança que agrediu cliente de discoteca em Albufeira

Ferido grave em atropelamento ferroviário junto à estação de Poceirão

Há obras em falta na coleção de arte de João Rendeiro

Hoje é notícia: Violência na noite preocupa polícia; RTP cobra nova taxa

Ensino Superior. Mais de nove mil estudantes entraram na 2.ª fase

Paulo Guichard vai ser libertado. Supremo aceita Habeas Corpus

Covid-19: Portugal com mais 6 mortes e 777 infetados nas últimas 24 horas

OE2022: Ministra diz que Saúde tem sempre uma “fatia muito significativa”

Profissionais da saúde entenderão OE após debate com “maior profundidade”

Hospital Leiria: Necessário “esforço grande” para evitar limitações

Rendeiro? ANTRAL ‘descola’ e mantém “confiança” em Florêncio de Almeida

Não circula pela via da direita? A GNR tem ‘recados’ para si

EUTM-MOZ. Três militares da GNR partem amanhã para Moçambique

Bombeios encontraram mulher de 49 anos desaparecida em Sabrosa

Tridente deteta 280 quilos de haxixe à deriva ao largo do Algarve

Rendeiro? “Fugir é um ato de cobardia, encarar é um ato de coragem”

Referência

Bombeiros profissionais desagradados marcam greve para 11 e 12 novembro
www.noticiasaominuto.com

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo